Carta Educativa de Lisboa
29-04-2008

A Carta Educativa de Lisboa foi aprovada pela Assembleia Municipal em 29 de Abril de 2008, correspondendo a uma primeira fase de detecção de carências e apresentando um Programa de Intervenções Prioritárias em instalações escolares do ensino básico e secundário, mencionando ainda alguns terrenos que se encontram reservados para a construção de novos equipamentos.
Consulte a Carta Educativa de Lisboa AQUI

A Carta Educativa de Lisboa é um documento estratégico que perspectiva a evolução demográfica da população estudantil da cidade, apontando problemas e soluções para os próximos anos.

A Carta, que obteve parecer positivo do Conselho Nacional da Educação, perspectiva, com base em dados demográficos e urbanísticos, a evolução da realidade escolar até 2011, e onde se constata a realidade da alta taxa de escolarização e cobertura do parque escolar, em relação à população escolar da cidade, isto é: taxas acima dos 100%, posto que muitas famílias que residem fora da cidade mas que aqui trabalham, trazem os seus filhos para estudar em equipamentos escolares de Lisboa.

Assim, este documento pressupõe a construção de sete novos equipamentos a curto prazo (jardins de infância e escolas do Ensino Básico no Parque das Nações, Galinheiras, Chelas, Benfica, Alvalade, Olivais e Lumiar), num investimento de 14 milhões de euros, e 69 intervenções de obras de requalificação e beneficiação em equipamentos já existentes, no valor estimado de 34 milhões de euros.