Perto LX

O Perto Lx é um projeto promovido pela CML em parceria com entidades que fazem intervenção na área da Redução de Riscos e Minimização de Danos (RRMD) junto de pessoas que usam drogas, através de equipas de rua e equipas pertencentes a estruturas fixas.

É um projeto que representa uma elevada importância para a Cidade, no sentido estratégico, uma vez que possibilita obter uma visão e um conhecimento mais ajustados da evolução do fenómeno das dependências e do seu posicionamento volátil pela cidade, permitindo assim uma melhor definição para uma intervenção mais integrada, concertada, articulada e complementar.

A CML assumiu, desde 2003, a responsabilidade de promover e dinamizar o trabalho em rede entre as entidades que atuam no terreno, no sentido de maximizar os recursos disponíveis e de melhorar a resposta das instituições face às sinalizações efetuadas por munícipes ou por outras entidades.

Objetivos:

  • Melhorar o conhecimento do fenómeno do consumo de drogas na Cidade de Lisboa, acompanhando eventuais alterações nos padrões e locais de consumo;
  • Promover uma rede local de Redução de Riscos e Minimização de Danos, ao nível das respostas integradas e complementares que permita conjugar o trabalho das várias equipas no sentido de maximizar os recursos disponíveis na cidade de Lisboa;
  • Monitorizar a intervenção que é desenvolvida pelas equipas que intervêm com a população consumidora de substâncias psicoativas da cidade de Lisboa;

-Acompanhar a movimentação do grupo-alvo
-Conhecer e compreender as alterações no terreno
-Gerir rotas e horários
-Maximizar os recursos disponíveis

  • Promover o conhecimento, a discussão e partilha de informações entre as entidades parceiras;
  • Informar e sensibilizar as entidades com poder de decisão;
  • Delinear estratégias de intervenção;
  • Criar grupo de trabalho para realização de estudos científicos;
  • Produzir manual de boas práticas dirigidas para a intervenção na área de RRMD;
  • Elaborar guia de recursos de fácil utilização no terreno.

Metodologia:
Reuniões mensais com as entidades parceiras:
Visitas a estruturas/ instituições que atuam com pessoas usam substâncias psicoativas, na área da Redução de Riscos e Minimização de Danos;
Monitorização da intervenção desenvolvida pelas entidades parceiras, através da recolha de indicadores comuns;
Atualização mensal de uma base de dados, através da recolha dos indicadores;
Análise, tratamento e devolução mensal dos indicadores recolhidos.

Entidades Parceiras:
Associação Crescer na Maior
Associação Novos Rostos… Novos Desafios
Assistência Médica Internacional (AMI)
Associação Médicos do Mundo
Comunidade Vida e Paz
Associação Ares do Pinhal
Associação Desafio Jovem
Grupo Português de Activistas sobre Tratamentos de VIH/SIDA
CML/Policia Municipal
CML/DMHDS/DDS/Divisão de Ação Social e Saúde