*
*
*
*
*
Dia Mundial da Diabetes: lisboetas em caminhada contra a doença
18-11-2015 CML/CH

Assinalando o Dia Mundial da Diabetes, mais de três centenas de lisboetas caminharam entre diversos miradouros de Lisboa para alertar contra os malefícios da doença e a necessidade da sua prevenção.

A caminhada - organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, Direção Geral de Saúde, Sociedade Portuguesa de Diabetologia, Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal, Associação de Jovens Diabéticos de Portugal, Novo Nordisk-Changing Diabetes, Roche Diabetes Care e Ginásio Clube de Portugal - uniu o Miradouro da Senhora do Monte, à Graça, ao final da tarde, e a Praça do Município, já de noite, depois de passar por diversos outros miradouros.

Envergando balões azuis, os marchantes confluíram para a Praça do Município, onde os aguardava uma atuação da Tuna Femina, da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa. Um círculo em torno do pelourinho da praça, frente aos paços do Concelho (iluminado a azul, a cor escolhida para assinalr este dia em todo o mundo), traduziu todo o simbolismo de uma jornada de combate e prevenção da doença, que afeta 387 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de um décimo da população portuguesa.

No final, o vereador João Afonso, do pelouro dos Direitos Sociais, sublinhou a importância da prevenção atempada da doença, bem como a necessidade de apoiar os doentes. Lembrando o trabalho que a Câmara desenvolve com os seus parceiros nesta matéria, o autarca referiu outros aspetos importantes para travar a doença: melhores espaços pedonais que estimulem andar a pé e a utilização dos transportes públicos, a par de muito exercício. Luís Raposo, da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal, e Carlos Neves, da Associação de Jovens Diabéticos de Portugal, agradeceram o apoio municipal à iniciativa. Ainda antes de ser entregue uma medalha municipal à Tuna Femina, o vereador do pelouro do desporto, Jorge Máximo, apelou aos lisboetas para que adiram aos programas municipais de desporto, como forma de prevenir o eclodir e evoluir da doença.

A iniciativa terminou com a leitura de uma mensagem de todas as entidades (Câmara Municipal de Lisboa, Direção Geral de Saúde, Sociedade Portuguesa de Diabetologia, Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal, Associação de Jovens Diabéticos de Portugal, Novo Nordisk - Changing Diabetes, Roche Diabetes Care e Ginásio Clube de Portugal) envolvidas no programa do Dia Mundial da Diabetes:

"A diabetes exige acção!
Os cuidados de saúde precisam de ser garantidos, para todos, sem excepção.
É fundamental mudar hábitos de vida, melhorar a alimentação, combater o sedentarismo.
Metade das pessoas com diabetes não sabe que a tem.
Por isso mexa-se!
Não deixa a Diabetes ficar incontrolável."