*
*
*
Lançamento do “Roteiro Lisboa Imigrante”
22-04-2015 CML/CH

O Foyer do Fórum Lisboa acolheu, no dia 21 de abril, o lançamento do “Roteiro Lisboa Imigrante”, elaborado pela Câmara de Lisboa. Uma sessão que contou com a presença dos vereadores João Afonso e Carlos Manuel Castro, dos pelouros dos Direitos Sociais, e Relações Internacionais, respetivamente, de Helena Roseta, presidente da Assembleia Municipal, e de Magalhães Pereira, deputado da AML.Veja aqui o video

Com informação essencial para quem escolhe a cidade de Lisboa para viver, o roteiro apresenta informação útil sobre serviços, lojas do cidadão, juntas de freguesia, balcões municipais ou centros de saúde. Trata-se de um guia que procura sintetizar a informação essencial para quem, desconhecendo a língua, chega a Lisboa para construir uma nova vida, explicou João Afonso na apresentação do manual. O objetivo é chegar “às mãos e aos ecrãs de cada um que chegue à nossa cidade”, frisou.

Uma edição que resulta do empenho da Assembleia Municipal e da autarquia, afirmou Helena Roseta, para quem, a Europa está a transformar-se numa fortaleza cada vez mais inacessível. Por isso, diz, “é tempo de abrir o território e o coração à riqueza humana e às suas capacidades”, reconhecendo as potencialidades que a diversidade cultural traz a Lisboa.

Opinião semelhante tem o vereador Carlos Manuel Castro, que destaca a importância do roteiro para a integração das comunidades imigrantes e lembrou que a capacidade cosmopolita de Lisboa é um bom exemplo de integração a nível europeu, reconhecida internacionalmente. “Somos uma boa referência mas queremos ter uma cidade ainda mais solidária, inclusiva e tolerante”, concluiu.

Elaborado com o objetivo de contribuir para a integração das comunidades imigrantes, o guia, que está também disponível online e será atualizado regularmente, é agora editado apenas em português e inglês mas prevê-se a sua impressão noutros idiomas.

Migrações e demografia

Após a apresentação do roteiro seguiu-se na Assembleia Municipal a primeira de quatro sessões temáticas sobre “Migrações e Demografia em Lisboa – Políticas e Prospectivas”, uma reflexão que procura abordar a importância da diversidade cultural na capital. Moderado por José Leitão, primeiro secretário da AML, o debate foi dedicado à caracterização demográfica da cidade.

O professor universitário Jorge Malheiros, um dos oradores, informou que Lisboa regista “um ligeiro crescimento da população estrangeira”, contrariando a tendência do país. O especialista em migrações, que tem vindo a trabalhar com a Câmara de Lisboa no desenvolvimento do Plano Municipal para a Integração dos Imigrantes, salienta o aumento do número de pessoas oriundas da China, Bangladesh, Nepal e Índia.

Na próxima sessão, dia 5 de maio, serão discutidas as questões de diversidade cultural e da participação política.