*
*
*
*
Câmara cede espaços a Associações da Cidade
04-12-2014 CH/CML

“Todos os espaços que a Câmara cede, a organizações como as vossas, são um contributo para a melhoria dos Direitos Sociais da cidade de Lisboa”, disse o vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, que quis agradecer aos parceiros da Câmara presentes “a coragem e vontade” de trabalhar “em prol da comunidade”, sobretudo “no tempo de crise em que vivemos”. Veja o video aqui

Seis espaços, até agora “livres”, em bairros municipais de Lisboa, foram cedidos a outras tantas Associações da cidade. Desde o início deste mandato, informou a vereadora Paula Marques, a Câmara cedeu já sessenta e dois “espaços não habitacionais”, no âmbito do Programa Loja no Bairro.
“À Câmara não serve para nada ter espaços fechados, à cidade muito menos”, afirmou a responsável da Habitação e Desenvolvimento Local, durante a assinatura dos “protocolos de cedência”, que decorreu dia 3 de dezembro, nos Paços do Concelho de Lisboa, com a presença dos vereadores Jorge Máximo e João Afonso.
É “fundamental que os espaços municipais que estão livres na cidade, sejam eles em bairros municipais ou em património disperso, sejam utilizados para fins vários”, sublinhou Paula Marques, dirigindo-se aos representantes das associações presentes, a quem pediu que desenvolvam a sua atividade “de porta aberta à comunidade”.
Associação de Inter-ajuda de Jovens "Eco-estilistas", no Bairro dos Loios; Associação Grupo Socorro Animal Portugal, no Bairro da Horta Nova; Fundação para a Saúde, na Quinta do Lactário; Associação Futuro Autónomo, no Bairro do Armador; Associação Re-Food 4 Good, no Bairro Alta de Lisboa Centro; Associação Jorge Pina, no Bairro do Armador, receberam ainda as chaves dos espaços que vão ocupar em bairros municipais, com “características muito próprias” que, frisou Paula Marques, “são tão cidade como qualquer outra zona da cidade de Lisboa”.
Para o vereador Jorge Máximo, este “pequeno passo”, é um “momento importante” quer para a Câmara, quer para “estas entidades que já mostraram que têm valor acrescentado para a cidade”. O responsável do pelouro do Desporto, deixou uma palavra especial à Associação Jorge Pina, pelo seu trabalho “em prol do desporto adaptado”, liderado por um atleta que é hoje “um símbolo nacional”.
“Todos os espaços que a Câmara cede, a organizações como as vossas, são um contributo para a melhoria dos Direitos Sociais da cidade de Lisboa”, disse o vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, que quis agradecer aos parceiros da Câmara presentes “a coragem e vontade” de trabalhar “em prol da comunidade”, sobretudo “no tempo de crise em que vivemos”.
O Programa Loja no Bairro, visa apoiar projetos empresariais com relevo para a cidade de Lisboa que necessitam de espaços físicos para o seu desenvolvimento, quer enquadrados em projetos de empreendedorismo promovidos pelo Município, quer pelos seus parceiros. Com o programa, a Câmara Municipal de Lisboa pretende incentivar a atividade económica nos Bairros Municipais,
nomeadamente ao nível do comércio, bem como a manutenção ou a criação de postos de trabalho.