*
*
Vereador dos Direitos Sociais recebe OCDE para debate sobre Lisboa e o Envelhecimento
23-07-2014 CH com CML

O Pelouro dos Direitos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, em conjunto com especialistas da OCDE, iniciou no dia 21 de junho, na sala do arquivo dos Paços do Concelho, um alargado debate em torno do envelhecimento nas sociedades desenvolvidas, o qual decorrerá até ao próximo dia 23.
Veja aqui o video do debate

A sessão de abertura contou com as presenças do vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, do representante da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Setsuko Saya, do diretor do Instituto do Envelhecimento, Manuel Villaverde Cabral, do vereador das Relações Internacionais e Segurança, Carlos Manuel Castro, da vereadora da Habitação/Desenvolvimento Local, Paula Marques e de várias entidades e individualidades ligadas a esta temática.

A importância deste encontro prende-se com um projeto sobre “Políticas de Desenvolvimento Urbano Sustentável em Sociedades em Envelhecimento (2013/2014) que a OCDE está a desenvolver e que tem como estudos de caso cidades como: Colónia (Alemanha), Toyama (Japão), Manchester (Reino Unido), Milão (Itália) e entre as quais se inclui Lisboa.

A importância deste projeto é explorar o papel das cidades na área do envelhecimento, incluindo a forma como poderão mitigar os desafios que se apresentam e como torná-las sustentáveis para todas as gerações, com vista à elaboração de um conjunto de Recomendações.

O programa centra-se em três questões políticas: O que são “sociedades envelhecidas”? Qual o impacto que o envelhecimento das sociedades tem sobre o desenvolvimento urbano sustentável; O que podem fazer as cidades para mitigar os desafios do envelhecimento por forma a ajustarem-se às especificidades das sociedades envelhecidas; Como potenciar sinergias entre os atores públicos e privados, incluindo os governos nacionais/locais e setores público/privado, na construção de cidades sustentáveis, no contexto das sociedades envelhecidas.

O vereador João Afonso salientou a importância deste encontro para a cidade de Lisboa em que 24% da sua população é idosa e 85 mil idosos vivem sós.

Peritos da OCDE visitam Lisboa

No âmbito do Encontro, a missão de estudo dos técnicos da OCDE, acompanhada pelo vereador João Afonso, visitou no dia 22 de julho várias instituições da cidade ligadas à área do envelhecimento.

Nesta visita, os peritos tiveram a oportunidade de conhecer o Centro de Dia e o Centro de Promoção de Autonomia do Centro Paroquial do Campo Grande, a Biblioteca dos Coruchéus, a Academia Sénior S. João de Brito e a Junta de Freguesia de Alvalade, que apresentou o programa “Juntos Fazemos Alvalade”, na vertente “Alvalade Solidária”. No final, o presidente da junta, André Caldas, brindou os presentes com uma Ginja de Honra.

No dia 23 de julho, este encontro, que pretende partilhar políticas e experiências na área do envelhecimento, efetuará uma sessão aberta ao público e à comunicação social, na sala do Arquivo dos Paços do Concelho, pelas 11h00.

Lisboa aposta numa sociedade mais partilhada

Três dias de intenso debate, cerca de 155 participantes, 33 entidades, sobre os desafios do envelhecimento, deixaram sugestões para uma lisboa mais partilhada, apostando numa sociedade intergeracional para políticas públicas, ao longo da vida, na nossa cidade.

Segundo o vereador João Afonso, este debate “ serviu para juntar vários serviços da CML, entidades, organismos e instituições, a refletir não só as políticas municipais, mas numa política global de pensar o Envelhecimento na cidade”, concluiu, mostrando-se satisfeito com o que podemos partilhar neste estudo trazido pela Missão da OCDE.